A MAIOR FARSA DA HISTÓRIA DA MÚSICA